sexta-feira, 17 de abril de 2009

Há uma canção pra cada vez que te vejo

Sim, eu sei que só te vi uma vez
E já confundi assovio, mordida e beijo
O grito, num cínico silêncio se desfez
Há uma canção pra cada vez que te vejo

Que não é de saudade, pois eu nunca a tive
Nem é de paixão, pois se sobrevive
Que não é sobre dor, pois eu nada sinto
Nem de superação, pois não me limito

Não é de desabafo, não há nada errado
Não é de perdão, pois não há pecado
Não é sobre orgulho, pois não a mereço
E muito menos de amor, pois nem a conheço.

3 comentários:

Vanuci Watson disse...

acho q é uma canção de tesão

Cris de Souza disse...

Ritmo intimista...

The human who sold the world disse...

Que meigo....... Vc tinha que sser músico.